segunda-feira, 14 de novembro de 2011

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

observação

me ensine

Sentado na sacada do 739 eu vejo o jovem lavando seu carro. Ele levanta os olhos, mas não me vê.
Na rua raros jovens caminham esporadicamente; sempre com bonés.
No certo, não devem transpirar.

sábado, 5 de novembro de 2011

o que hoje é tão comum...


Nos meus 15 anos não existia orkut para colocar as fotos do meu book fotográfico.
Hoje, 10 anos depois, vasculhando a gaveta: umas eu guardei; outras se perderam e outras se desbotaram.
E também teve aquelas que eu queimei para acender a churrasqueira.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

post de quinta

Sexta-feira
- João, vamos no bar hoje?
- Não posso, tenho um casamento nesse final de semana.

Segunda-feira
- Como foi o final de semana? Estava bom, lá no bar?
- João, desejo boa sorte para você. Estou namorando.

É aleatório ou tem uma sequência?

sexta-feira, 29 de abril de 2011

antigas cantigas

Quando recebi a notícia de Maria, não tive reação. Não chorei, não gritei. Tentei fazer uma oração. Procurei continuar minha rotina, pois parecia que Fábio ainda estava por perto.

Foi com o anúncio da Igreja que eu me dei conta; meus pensamentos foram longe. Quem estudou junto desde a pré-escola tem muitas recordações: jogar video-game, expulsão da escola, o episódio com a Mônia e sua bota; e claro, muitos churrascos. Como não lembrá-los? Ele sempre soube preparar um churrasco, receber os amigos e servir uma cerveja bem gelada. Ele tinha paciência para isso. Era um de seus diferenciais. E junto com ele, nosso grande amigo Jean, sempre por perto para emprestar a voz e o violão. Rolava sempre muito Chico e moda de viola - conhecia mais o primeiro que o segundo.


Fizemos muitas coisas em minha casa também. Eu sempre dizia a ele que iria fazer um encontro para reunir a turma das antigas. Mas nunca deu certo de fazer essa reunião.


É, Fábio... amigos você tem muitos e todos vão sentir sua falta.
E dona Odete...

quarta-feira, 16 de março de 2011

memorable

I promise, that one day, everything's going to be better for you.

First of all, Papa Smurf didn't create Smurfette. Gargamel did. She was sent in as Gargamel's evil spy with the intention of destroying the Smurf village. But the overwhelming goodness of the Smurf way of life transformed her. And as for the whole gang-bang scenario, it just couldn't happen. Smurfs are asexual. They don't even have... reproductive organs under those little, white pants. It's just so illogical, you know, about being a Smurf. You know, what's the point of living... if you don't have a dick?

ps: não resisti. copiei. momento indescritível. quem conhece, sabe.

quarta-feira, 9 de março de 2011

o primeiro de dez

Gaia estava quieta.
Estranhei o vômito.
Pouco tempo depois - com seu instinto - foi tentar cavar o piso. Também não deu certo.
Imagino que começara a sentir dores, pois tinha ido para o cantinho da varanda e tomado o lugar de Mila.
Logo apareceu o primeiro. O primeiro de dez filhotes.

E não é que aquela barriguinha tinha dez filhotes?

sexta-feira, 4 de março de 2011

transpiração

sexy

Olhe pela janela, veja a chuva e a janela escorrendo.
Ou repare na goteira, no chão molhado e no povo ensopado...
E então tome um café.

quinta-feira, 3 de março de 2011

só apelando

pra fazer chover


Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba oh
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba
Bat Macumba ê ê, Bat Macum
Bat Macumba ê ê, Batman
Bat Macumba ê ê, Bat
Bat Macumba ê ê, Ba
Bat Macumba ê ê
Bat Macumba ê
Bat Macumba
Bat Macum
Batman
Bat
Ba
Bat
Bat Ma
Bat Macum
Bat Macumba
Bat Macumba ê
Bat Macumba ê ê
Bat Macumba ê ê, Ba
Bat Macumba ê ê, Bat
Bat Macumba ê ê, Batman
Bat Macumba ê ê, Bat Macum
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba oh
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá
Bat Macumba ê ê, Bat Macumba obá!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

como é bom ouvir sua voz

Tenho mais de mil amigos, quase 2 mil; mas não me encontro com nenhum.
Tenho paqueras e pretendentes no mundo todo, mas também não os vejo. Embora esteja em um relacionamento.
Arrisco um SMS. Email? Já esqueceram como se usa...
Report SPAM!!!
No bate papo: "off-line"
Decido arriscar algo que está em desuso: o telefone fixo.
Onde está minha agenda?