quinta-feira, 13 de março de 2008

sobre ser mercenário

O dinheiro. Nunca soube lidar com ele embora também nunca tenha me faltado. Ganho bem, fazendo o que eu não gosto - por enquanto.
Enfim, venho percebendo uma certa aura mercenária predominando sobre as pessoas. E nem precisa ser rico. É geral. Pessoas sacaneando uns aos outros e mentindo na cara dura para poder ganhar um extra e se dar bem.
Duas simples coincidências:
Ortodontologista mentem. Usei aparelho por 7 anos. Multiplique 7 por 12x(valor mensal da manutenção) e veja o quanto eu gastei por um aparelho de merda. Agora vou ter que usar de novo. Enganaram-me uma vez, mas hoje, confio no meu novo Orto, e dessa vez o prejuízo será menor; vou usar o aparelho por um ano. E meio.
Advogados mentem, e muito. Estes são os mais caras de pau. Portanto, desconfiem das sentenças. Justiça? hahaha

Dizer que alguém é mercenário só por fazer o que não gosta, talvez seja um pouco exagerado. Porque afinal de contas, está difícil trabalhar com o que se gosta, atualmente. Convenhamos, a coisa está preta e quem tem emprego hoje, é um sortudo. Aliar o pessoal ao financeiro é a grande dificuldade.
Talvez, mercenário seria algo mais podre, como alguém que vive querendo se dar bem (sempre!) com base na mentira e na falsidade. Em outras palavras: ganância e inveja.

Quero acreditar nos outros, mas sei lá, às vezes me sinto um trouxa.
Não sei mentir.

5 comentários:

R. Paschoal disse...

Eu também não sei mentir, e acho que a ficção, por vezes, é mais autêntica que a realidade. Nem sempre as pessoas acreditam na verdade...

Quanto a confiar nos outros... bem... digamos que eu venho tentando reviver meu lado paranóico, como todo bom seguidor de Mulder & Scully: "Trust No One".

[ ]'s

Alexandre Lucas disse...

Ah, o vil metal...

Heitor jr disse...

Bem vindo ao clube!!

Gostei dos textos, c tem a manha...

:))

Heitor jr disse...

O contraste sim, talvez me interesse mais. Gosto da cores tb mas o PB tem uma força... "noir" rss, se posso chamar assim.
E esse noir me atrai...

saca??

Anônimo disse...

Tenho 25 anos e seu um mercenario faço tudo por dinheiro cometi erros que são imperdoaveis,mas por outro lado vivo minha vida muito bem em uma casa de mais de 2 milhoes de U$,E e provavel que eu tenha viciado nesse trabalho pois cada ves quero mais dinheiro.