sábado, 16 de fevereiro de 2008

mediocridade

Sábado, 16 de fevereiro de 2008
15h35

"às vezes parece que certa impotência se apropria da gente, fazendo com que tudo vá passando, falsamente perto, mas longe. e este longe nos mostra que estamos anestesiados, sem fazer, mover, tocar e tudo o mais.

a sombra da mediocridade rondando. dá certo desespero. insatisfação. e, em círculos, o mundo fica assim, nada bom. nada atraente, nada interessante, nada saboroso. o mundo fica assim e nós também, envenenados. sem... viver.
sem sentir que estamos aí. e até aquilo que está abaixo do medíocre parece ser melhor. pra quê isso? pra onde? e as coisas continuam acontecendo. e a gente se pergunta: o que estamos fazendo? onde estamos? o que estamos fazendo de nós? conosco?
jogar perguntas pra parede e pro espelho...
o mundo fica chato. e nós, cansados."*

*conversas por email...

3 comentários:

Caco disse...

Fiquem assim não. Mandem tudo para o espaço (se nao encontrarem lugar melhor) e vão montar a realidade não-medíocre da Matrix. Abraço, aproveite o domingo.

Ale Weerth disse...

joao, voce precisa de café...se é que voce me entende.
beijo!

Alexandre Lucas disse...

"Desencana que a vida engana".
=)